Frase andante

"Feliz é aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina." (Cora Coralina)------------------- "Educai as crianças para que não seja necessário punir os adultos." (Pitágoras)

=========================== Bem-vindo(a) =============================

ATENÇÃO. Este blog é apenas mais uma ferramenta de apoio complementar ao conteúdo do livro didático para auxiliar meus alunos e visitantes. Os vídeos e textos apresentados e indicados estão disponíveis na internet e são citados sempre com as referências e fontes. Que este blog seja mais um instrumento de aprendizagem e reforço de conteúdo para todos os visitantes. Seja bem-vindo(a).

====================================================

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Ciclo da Mineração no Brasil. ficha resumo


Brasil: mineração - Ficha resumo

1. Com o declínio do açúcar, o governo começa procura do ouro pelo sertão. Já no final do século XVII chegam as primeiras notícias da descoberta de ouro em Minas Gerais. Chegam pessoas de Portugal, sul do Brasil, Bahia e paulistas em Minas Gerais em busca do ouro. Ocorre a Guerra dos Emboabas (1708-1709) entre paulistas e os forasteiros pelas posses das minas de ouro.
2. A exploração do ouro era rigidamente controlada pelo governo. Toda descoberta devia ser comunicada de imediato ao governo. Parte do ouro era retida pelo governo português. O Quinto (quinta parte do ouro produzido nas minas) era a forma mais conhecida de cobrança de impostos. O ouro era fundido em barras nas “Casas de Fundição”.
3. A mineração ocupou o lugar do açúcar e Portugal teve no ouro uma nova fonte de recursos. Mas, boa parte do ouro acabou nas mãos da Inglaterra devido ao pagamento de dívidas de Portugal com a Inglaterra. Com a mineração, o eixo econômico da colônia transfere-se do nordeste para o centro-sul e a capital da colônia é transferida de Salvador para o Rio de Janeiro em 1763.
4. A sociedade das minas era muito diferente da sociedade açucareira; a sociedade mineradora era uma sociedade urbana e mais diversificada. O grupo dominante era composto pelos donos das minas e funcionários da Coroa Portuguesa. Havia ainda a classe dos homens livres (advogados, médicos, padres e militares), a classe dos trabalhadores livres (sapateiros, pedreiros, alfaiates, “faiscadores”) e os escravos.
5. Na região das minas existiam muitos escravos, índios, bandeirantes paulistas e colonos de todas as partes. Os negros escravos trabalhavam nas minas e eram vigiados para que não roubassem o ouro produzido. Mesmo assim, muitos escondiam parte do ouro e depois compravam a liberdade; outros fugiam para os quilombos existentes.
6. Na época do ouro houve um grande florescimento da vida artística em Minas Gerais. As irmandades viviam disputando qual delas possuía a igreja mais bonita; e para isso, contratavam poetas, músicos, escultores e pintores para trabalharem em sujas igrejas. Aleijadinho e Mestre Ataíde são os principais exemplos destes artistas barrocos. O Barroco surgiu na Itália e logo se espalhou pelo mundo. No barroco mineiro, uma recriação do modelo europeu, predomina as emoções, os contrastes e a opulência. O Barroco tem uma forte ligação com a religião católica. São nas igrejas que encontramos suas principais realizações, principalmente em cidades como Ouro Preto, Mariana e outras cidades históricas mineiras.

4 comentários:

Anônimo disse...

este resumo pode me ajudar em pesquisa de escola preciso saber bastante coisa sobre a mineraçao no brasil

Anônimo disse...

Way cool! Some very valid points! I appreciate you penning
this article plus the rest of the site is really good.


My web site ... total stranger - ,

Anônimo disse...

o ouro foi encontrado no final do século XVII e não no final do século XVIII. Ajeitem ai por favor.

Hut Fuck disse...

Ótimo