Frase andante

"Feliz é aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina." (Cora Coralina)------------------- "Educai as crianças para que não seja necessário punir os adultos." (Pitágoras)

=========================== Bem-vindo(a) =============================

ATENÇÃO. Este blog é apenas mais uma ferramenta de apoio complementar ao conteúdo do livro didático para auxiliar meus alunos e visitantes. Os vídeos e textos apresentados e indicados estão disponíveis na internet e são citados sempre com as referências e fontes. Que este blog seja mais um instrumento de aprendizagem e reforço de conteúdo para todos os visitantes. Seja bem-vindo(a).

====================================================

quarta-feira, 23 de março de 2016

Independência da América Portuguesa

Independência da América Portuguesa

Apesar   das muitas revoltas coloniais, a independência do Brasil só haveria de acontecer em 1822. E não foi uma separação total, como aconteceu em outros países da América que, ao ficarem independentes, tornaram-se repúblicas governadas por pessoas nascidas no país libertado. O Brasil independente continuou sendo um reino, e seu primeiro imperador foi Dom Pedro I, que era filho do rei de Portugal.  
O processo da nossa independência começou mesmo em 1808, quando para cá veio a família real portuguesa. E acabou em 1822, quando Dom Pedro proclamou a Independência, a nossa separação de Portugal. Portugal deixou de mandar no Brasil. Mas saindo Portugal, outros países passaram a dominar o Brasil. Não governando diretamente o país, mas dominando nosso comércio, comprando barato o que vendíamos e vendendo caro o que comprávamos. O primeiro desses países foi a Inglaterra, depois vieram os Estados Unidos.
A vinda da família real. 
No início do século XIX Napoleão Bonaparte era o imperador da França e queria dominar toda a Europa.  Para vencer a poderosa Inglaterra, Napoleão decretou o Bloqueio Continental, isto é, proibiu todos os países europeus de comercializar com os ingleses. Como Portugal era um antigo aliado da Inglaterra, não aceitou as ordens de Napoleão e a família real foi obrigada a fugir para o Brasil para não ser atacada  por Napoleão, imperador da França.  Quando as tropas francesas chegaram em Portugal, a família real portuguesa já tinha abandonado Lisboa.  O restante da população portuguesa que ficou em Lisboa acabou se tornando vítima da guerra entre os franceses e ingleses pelo domínio de Portugal. Dom João, acompanhado de aproximadamente 10 mil pessoas, chegou ao Brasil em 1808 e depois de uma passagem por Salvador, onde decretou a Abertura dos portos brasileiros às nações amigas, rompendo assim, o pacto colonial, transferiu-se para a cidade do Rio de Janeiro.  Ao se instalar no Brasil, D. João transformou a cidade do Rio de Janeiro:
·         criou três ministérios: Guerra e Estrangeiros; Marinha; Fazenda e Interior;
·         instalou a Casa de Suplicação (hoje, Supremo Tribunal), a mais elevada corte de justiça;
·         fundou o Museu Nacional, a Biblioteca Real, trouxe a Missão Francesa, fundou o Banco do Brasil;
·         criou a Imprensa Régia,a primeira gráfica do Brasil;
·         criou vários cursos (cirurgia, química, agricultura, desenho técnico) na Bahia e no Rio de Janeiro;
·         anexou em 1809 a Guiana Francesa e manteve seu controle na região até 1817;
·         invadiu o Uruguai, incorporado ao território brasileiro em 1821 como Província Cisplatina, situação em que ficou até 1828;
·         em 1815 o Brasil foi elevado à categoria de reino, em igualdade de condições de Portugal;
·         em 1818, com a morte de sua mãe, a rainha Dona Maria I, que era doente mental, o príncipe Dom João é coroado rei , com o título de Dom João VI.
A independência.   
Após a derrota em Portugal, as tropas francesas foram expulsas e um general inglês foi nomeado governador do reino. Descontentes com esta situação, em 1820 tem início uma revolução na cidade de Porto e os portugueses fazem três exigências a Dom João VI, que estava no Brasil: que ele voltasse imediatamente para Portugal;que aceitasse uma nova Constituição e que ainda aceitasse a participação dos revolucionários no seu governo. Com medo de perder o trono, Dom João VI aceitou todas as exigências e voltou para Portugal em abril de 1821, deixando seu filho Dom Pedro como príncipe regente. Antes disso, porém, esvaziou os cofres do Banco do Brasil, levando quase todo o ouro para Portugal, deixando os brasileiros em grande dificuldade.
Dom Pedro procurou dar um jeito na situação: diminuiu as despesas do governo, baixou os impostos e igualou os militares brasileiros aos portugueses. As Cortes de Lisboa não gostaram das medidas tomadas por Dom Pedro e queriam que o mesmo voltasse imediatamente para Portugal. Mas, Dom Pedro preferiu ficar no Brasil. Entre aqueles que lutavam pela independência, havia no Brasil dois grupos com orientações diferentes: aqueles que apoiavam D. Pedro e queriam uma independência pacífica, com a continuação de D. Pedro no poder; e aqueles que queriam o rompimento com Portugal e a proclamação da República. Dom Pedro fez de tudo para que a Independência fosse realizada como seu grupo queria e para que eles continuassem a ajudá-lo a governar o Brasil, continuando o povo sem participar nas decisões do Governo. Para conseguir isso, ele mesmo proclamou a Independência. Fez isso quando estava em viagem a São Paulo, ao receber alguns decretos das Cortes de Lisboa que anulavam algumas de suas decisões. Dom Pedro aproveitou a ocasião e declarou a separação entre o Brasil e Portugal. Era o dia 7 de setembro de 1822. No dia 1o de dezembro de 1822.  Dom Pedro foi coroado primeiro imperador do Brasil.


14 comentários:

Anônimo disse...

Nossa, muito bom, vai me ajudar na provam ,parabéns

Aillton S. Ellermann disse...

Valeu mano Gostei vai mim Ajuda com meu Slides pra fazer e pra disciplina de Historia Obrigado !

Anônimo disse...

Muito bom, o resumo! Parabéns!!!

Anônimo disse...

Ailton S. Ellermann precisa mesmo de ajuda.

endrick disse...

valeu irmao, vai me ajudar muito no vestibular ;)

carol leal disse...

Amei o resumo, parabéns!
Beijos.

Anônimo disse...

Muito boa o resumo vai mim ajdar na prova Obrigado!!

Anônimo disse...

sinceramente,este foi literalmente,o resumo dos meus três dias de pesquisa sobre o assunto e derivações do mesmo... Muito bom..Amei ,obg :)

Anônimo disse...

Eu estou precisando muito disso para minha recuperaçao ajudou bastante <3

Anônimo disse...

Legal vou ter uma prova amanha. E isso m ajudou muito! Obg mesmo

Anônimo disse...

Obrigado, vai me ajudar muito na prova!

Anônimo disse...

Salaaaameeeeeeeee

Anônimo disse...

Nossa parabéns ...
Eu tenho muita dificuldade em entender as coisas, mais lendo esse resumo eu consegui entender parabéns mesmo...

Junior disse...

Obrigado!