Frase andante

"Feliz é aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina." (Cora Coralina)------------------- "Educai as crianças para que não seja necessário punir os adultos." (Pitágoras)

=========================== Bem-vindo(a) =============================

ATENÇÃO. Este blog é apenas mais uma ferramenta de apoio complementar ao conteúdo do livro didático para auxiliar meus alunos e visitantes. Os vídeos e textos apresentados e indicados estão disponíveis na internet e são citados sempre com as referências e fontes. Que este blog seja mais um instrumento de aprendizagem e reforço de conteúdo para todos os visitantes. Seja bem-vindo(a).

====================================================

sexta-feira, 18 de março de 2016

Napoleão Bonaparte (texto-resumo)

Texto-resumo: Napoleão Bonaparte


Napoleão Bonaparte


            Ao período do Diretório (Revolução Francesa), seguiu-se, na França, o Consulado com Napoleão Bonaparte. O poder era exercido quase que exclusivamente por Napoleão, um militar que fora chamado pelas classes dominantes para pôr fim à desorganização reinante na vida política da França. O Consulado foi primeiramente triplo e depois uno, com Bonaparte ampliando gradativamente seu domínio sobre a política francesa, culminando na criação do império, em 1804.
            Para resolver a crise econômica que assolava o país, Napoleão criou o Banco da França e uma nova moeda, o franco, além de intensificar inúmeras obras públicas e estimular a industrialização.    Em 1084, foi publicado o Código Napoleônico, um código de leis que procurava dar um amparo legal á ideologia liberal revolucionária. Também promoveu uma profunda reforma educacional
Na política externa encontrou na Inglaterra a principal rival. Depois de dominar o continente, Bonaparte tentou invadir esse país, sendo derrotado em Trafalgar, pelo almirante Nelson.    Em seguida, em 1806, decretou o Bloqueio Continental, proibindo os países europeus de comercializarem com a Inglaterra, adotando duras represálias àquelas nações que resistissem às suas determinações. Foi o que aconteceu com a Rússia quando, em difícil situação econômica, decidiu reabrir seus portos ao comércio inglês. Napoleão invadiu a Rússia, mas dificuldades de toda ordem permitiram aos russos vencer o exército napoleônico.
            Pouco depois da fracassada Campanha da Rússia, Napoleão foi derrotado na batalha das Nações, preso e exilado na ilha de Elba, no Mediterrâneo. À queda de Napoleão seguiu-se o restabelecimento do governo Bourbon, na figura de Luís XVIII, que, no entanto, acabou derrubado pelo retorno vitorioso de Bonaparte em 1815.
            O último governo de Napoleão, os Cem Dias de 1815, terminou na batalha de Waterloo, quando o corso acabou preso e, em seguida, foi exilado para a ilha de Santa Helena, no Atlântico Sul, onde morreu em 1821.            Após a vitória sobre Napoleão, as várias nações coligadas reuniram-se na Áustria e determinaram o restabelecimento da ordem sociopolítica anterior à Revolução Francesa. O Congresso de Viena fundou-se nos principais princípios da legitimidade e do equilíbrio europeu, inaugurando uma fase reacionária da política europeia.


Fonte: VICENTINO, Cláudio. História Integrada: os séculos XVIII e XIX. Editora Scipione.  S.Paulo. 1996.   
           

5 comentários:

Anônimo disse...

o que aconteseu com ele?

sara disse...

ola tudo bem eu adorei o ressumo fez eu tirar nota dez no trabalho muito obrigada.

Anônimo disse...

De quando a quando foi a vida dele?

Anônimo disse...

caramba gente mas ainda tem uma duvida sera que ele morreu ou fugiu nao esquaça que ele era um calculista

Anônimo disse...

Adorei,muito obrigada pelo resumo...
Amo o Napoleão S2,mas acabei perdendo umas aulas de história e uma parte da matéria...
Agora vamos ver se eu tiro uma boa nota na minha prova amanhã,hahaha...
#TorçamPorMim#VamosComFé