Frase andante

"Feliz é aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina." (Cora Coralina)------------------- "Educai as crianças para que não seja necessário punir os adultos." (Pitágoras)

=========================== Bem-vindo(a) =============================

ATENÇÃO. Este blog é apenas mais uma ferramenta de apoio complementar ao conteúdo do livro didático para auxiliar meus alunos e visitantes. Os vídeos e textos apresentados e indicados estão disponíveis na internet e são citados sempre com as referências e fontes. Que este blog seja mais um instrumento de aprendizagem e reforço de conteúdo para todos os visitantes. Seja bem-vindo(a).

====================================================

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

O mundo árabe: Maomé. Cruzadas

Maomé  e as Cruzadas


1.      Maomé – Mundo árabe.
 Maomé, nascido em Meca (ano 570), teria tido um  certo dia uma visão do arcanjo Gabriel que lhe teria dito: “Maomé, tu és o profeta do Deus único, Alá”. A partir disso, Maomé começou a pregar o monoteísmo. Não foi aceito em sua cidade (Meca) e no ano 622 fugiu para a cidade de Medina. É o que chamamos de Hégira.
No ano 630, Maomé voltou para acidade de Meca e começou a expandir seu império. Pregava cinco orações diárias, jejum, dar esmola, visitar a cidade de Meca pelo menos uma vez na vida e se dedicar à expansão do islamismo.
Após a morte de Maomé, os Califas (sucessores de Maomé) expandiram seus territórios e conquistaram o Oriente Médio, partes da África e Europa. A partir de 732 os seguidores de Maomé começam a ser derrotados e a perder os territórios conquistados.

2.      As Cruzadas.
 As cruzadas foram expedições organizadas com objetivo de conter o avanço dos muçulmanos,  de difundir a fé cristã e libertar a Terra Santa (região de Jerusalém) das mãos dos muçulmanos.Muitas pessoas, sem terras e sem proteção dos senhores feudais, ingressaram nas cruzadas. Assim, as cruzadas podem ser entendidas como uma tentativa  de solução para diferentes setores da sociedade: econômicas (objetivo de conseguir terras e riquezas no Oriente), religiosas (objetivo de libertar Jerusalém dos muçulmanos).
Entre o final do século XI até o século XIII foram organizadas várias cruzadas rumo ao oriente, mas não tiveram sucesso. Mesmo não tendo alcançado os objetivos propostos, as cruzadas produziram os seguintes efeitos: reabertura do Mar Mediterrâneo, contatos com novas culturas, aumento de circulação de pessoas e riquezas na Europa, renascimento comercial e urbano.

Nenhum comentário: