Frase andante

"Feliz é aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina." (Cora Coralina)------------------- "Educai as crianças para que não seja necessário punir os adultos." (Pitágoras)

=========================== Bem-vindo(a) =============================

ATENÇÃO. Este blog é apenas mais uma ferramenta de apoio complementar ao conteúdo do livro didático para auxiliar meus alunos e visitantes. Os vídeos e textos apresentados e indicados estão disponíveis na internet e são citados sempre com as referências e fontes. Que este blog seja mais um instrumento de aprendizagem e reforço de conteúdo para todos os visitantes. Seja bem-vindo(a).

====================================================

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Atividade: texto sobre as Reformas Religiosas.

            7º ano -  Texto para realização de atividade sobre as Reformas Protestantes.
           
A palavra “reforma” pode ser definida como ato ou efeito de reformar algo ou alguma coisa (Eu reformei o sofá da minha casa). Do mesmo modo que a palavra “protestar” pode ser definida como manifestação contrária a algum acontecimento ou fato (Fica aqui o meu protesto contra os corruptos). Mas, o significado histórico destas palavras no século XVI nos leva aos movimentos religiosos ocorridos na Europa e depois espalhados pelo mundo.
            As Reformas Protestantes, ou reformas religiosas, foram movimentos religiosos ocorridos na Europa contra a Igreja Católica. Martinho Lutero, o principal líder dos protestantes, não aceitou determinações da Igreja Católica, entre elas a venda das indulgências e liderou um movimento contra o papa. Colocou na porta da igreja de sua cidade, na Alemanha, 95 teses contra a Igreja Católica. Surge o Luteranismo. A Igreja Católica reagiu e tomou uma série de medidas contra o movimento religioso de Lutero.
Na França e depois na Suíça, João Calvino protestou contra a Igreja Católica e surgiria o Calvinismo. Na Inglaterra, o rei Henrique VIII se desentende com o papa e proclama a Igreja Anglicana.
            A Igreja Católica promoveu a  Contrarreforma para barrar os avanços destas ideias protestantes (Luteranismo, Calvinismo e Anglicanismo) e tomou uma série de medidas: salvação dos fiéis pela fé e pelas boas obras,  reafirmação do papa como maior autoridade da igreja, culto aos santos, fundação de Seminários (colégios especiais para preparar os futuros padres) e criação do catecismo (aulas de preparação para participar da eucaristia).

            Mesmo com a Contrarreforma promovida pela Igreja Católica e a perseguição promovida pela mesma contra as pessoas que seguiam os protestantes, estes novos movimentos logo se espalharam pelo mundo e a Igreja Católica não seria mais a mesma.

Nenhum comentário: